Meu primeiro selo

Meu primeiro selo
mimo do meu amigo Carlos

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Além Da Eternidade

                                 Lisiê Silva e Pedro Ozório.
 Te encontrarei,

 além da eternidade...

Onde você estiver,

 eu te encontrarei!

Sim, um dia com certeza

Você me encontrará

Em meu mundo interior!

Luz da minha vida.

 Metade do meu ser.

Caminharei a sós pelo infinito,

e se preciso for,

Viajarei  pelo rastro das estrelas...

Prometi que esperaria

Este seu caminhar

rumo ao infinito e por caminhos

nunca dantes experimentados...

Te encontrarei,

porque te espero.

Vivo na minha solidão,

e  sofro a tua ausência.

Já não tenho sonhos pra sonhar ...

Enquanto eu vivo a sonhar

sonhos simples e a esperar

na certeza de um dia

também te encontrar!

Te encontrarei,

 além da eternidade...

Amor que caminha invisível  dentro de mim.

Percorrerei vales e montanhas,

caminharei errante contra o tempo.

E se nesta sua jornada

Uma estrela, mais que as outras brilhar

Saberás onde me achar.....

Me procuras,

eu te espero.

Te buscarei, em cada ponto do universo,

e um dia, quando eu te encontrar,

 quero sorrir com o teu riso,

quero chorar com os teus olhos.

Quero me ver refletida neles,

e saberei que você andou sozinho,

então, eu vou te contar,

 que eu também andei sozinha.

O tempo de espera

A distância que nos separa

São detalhes em nosso amor.

Se você soubesse!!!

que na verdade eu estou dentro de você

neste riso,  e sou a lágrima que teima

dos seus olhos rolar...

Te encontrarei,

 além da eternidade...

Você... meu imenso amor,

a outra parte de mim.

Viajarei com o vento,

e transcenderei  toda a forma,

 o tempo e o espaço.

Na minha incansável busca  pelo amor,

não sentirei o meu cansaço...

A eternidade somos nós

Mesmo separados em corpos

mas unidos no desejar.

Fui alçado num sonhar

um momento de fraqueza

E hoje, terei que esperar.

Te encontrarei,

 além da eternidade...

Por que vivo submersa

na profundeza da saudade,

Conhecerei os mil segredos do mar,

sonhando com a felicidade.

e você romperá

com todos os véus da minha incerteza,

 e me mostrará  toda a pureza que há no amor.

No aprendizado da vida

Entre erros e acertos

entre realidades e sonhar

aprendi que o tempo é meu

e que hoje sei sim o que é amar.

Eu sei,

que muito além da eternidade,

você vai me encontrar,

Por que eu tenho fome  e tenho sede,

de umas coisas simples,

que aqui chamam de amor.

e depois que eu te encontrar,

 nada mais importará,

 por que sempre haverá

uma porta aberta para nós,

em algum lugar...

Vem meu amor

Ande, caminhe e olhe

Veja que existe a porta aberta.

Entre, e verá que me acharás.

Na verdade, olhe pra dentro de sí

e me acharás dentro de você.

A verdade é que não há além da eternidade.

A eternidade somos nós...

eu e você , aqui e agora.

Te encontrarei...

Além da eternidade...

Vem....te espero!

Autoria: Lisiê Silva e Pedro Ozório


            Ramon Te Encontrarei....

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Natal Sem Você...

                                    ISA LOPES
Natal passado
Estava   adormecida
Você tinha saído
Da minha vida
Deus te levou
Deixando-me
Perdida...
Outro natal
Está chegando
Fico me perguntando
Sentindo tua falta
Nesse natal, como vou ficar?
Pra onde vou?
O que fazer sem você?
Tudo trás tua lembrança
A árvore de natal...
Lâmpadas no quintal...
Meu amor sem igual...
Incondicional...
Você...
Meu par ideal...
Vem ficar comigo...
Na noite de natal...
Embalar-me  em teus braços,
Levando meu cansaço...
De saudade de te...
Vem...
Dar-me um abraço...
Um beijo...
Um sorriso...
Você não imagina...
Como te preciso.                  
ISA LOPES
Meus amores não partiram, foram antes .
"É o amor,não a razão,que é mais forte que a morte"

Amo todos

Feliz Natal Nessa Nova Morada

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Tudo É Breve...

                                                Anna Peralva
  

A existência é curta,
o mal do egoísmo a
encurta..
Estamos só de passagem
num estágio temporário,
onde os momentos
têm sua rota traçada.
O tempo é o timoneiro
desta embarcação
e bem depressa, cobra
certeiro a nossa participação,
na estação
que nos foi doada.
No vento que sopra leve,
tudo é breve, efêmero,
ligeiro, rasteiro...
E num repente, muda
o cenário...
Cada personagem
receberá os louros
dos seus atos.
Depende de cada ser,
saber de fato,
valorizar os instantes
e com sabedoria fazer:
do breve, o eterno,
do pouco, o muito,
do nada, o inteiro.
Tudo é breve
e acaba um dia.
Adormece a fantasia,
os sonhos hibernam
nos braços da emoção,
o coração recolhe estesia
e colhe-se os frutos do
plantio da nossa
hospedagem.
A matéria se desintegra,
a alma liberta, retoma
sua jornada
e um novo ciclo recomeça,
pois sempre amanhece...
Somos aprendizes
que caminham pela Terra
em busca de aperfeiçoamento,
traçando a trilha,
que na hora certa
descerra, com nuances
suaves de claridade,
as veredas da
Eternidade, pois que a
vida é uma constante
viagem...
                           Anna Peralva                   22 meses

"Este mundo é ilusório e você já esta no reino iluminado e perfeito"
                                    Beijos na alma...Te Amo
                                  

sábado, 15 de dezembro de 2012

Partida

                                                    Alexandre Moreira
Sua partida repentina
Comoveu a minha vida;
Sua imagem me aparece
Enquanto o Sol adormece.

Os dias passam...
Muitos já te esqueceram,
Mas em mim,
O dia do seu adeus é presente.

Lágrimas descem em meu rosto,
E continuarão por muito tempo.
Viver na terra sem você:
É melancolia, é agonia...
É vida sem fantasia, alegria...
                                                               Alexandre Moreira


            Saudades!!!!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Ninguem Morre


Não reclames da Terra
Os seres que partiram...

Olha a planta que volta
Na semente a morrer.

Chora, de vez que o pranto
Purifica a visão.

No entanto, continua
Agindo para o bem.

Lágrima sem revolta
É orvalho da esperança.

A morte é a própria vida
Numa nova edição.

Emmanuel / Francisco Cândido Xavier
Fonte: Caravana do Amor. Edição IDE.

Saudades!!!!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Saudades Eternas

                                                       Salomão Lima

Eternas são as lembranças
Que o coração aflora
Iluminando a saudade
Daqueles que foram embora

Deixando marcar de amor
Cicatrizando no peito
A fé vai curando a dor
Daquilo que não tem jeito

Leva me a acreditar
Que no dia que eu partir
Eu vou reencontrar
Aqueles que amei aqui

Salomão Lima


 Ramon te amooooo