Meu primeiro selo

Meu primeiro selo
mimo do meu amigo Carlos

sábado, 30 de março de 2013

A Vida precisa Ser Renovada

A vida precisa ser renovada. A morte é a mudança que estabelece a renovação. Quando alguém parte, muitas coisas se modificam na estrutura dos que ficam e, sendo uma lei natural, ela é sempre um bem, muito embora as pessoas não queiram aceitar isso. Nada é mais inútil e machuca mais do que a revolta. Lembre-se de que nós não temos nenhum poder sobre a vida ou a morte. Ela é irremediável.
O inconformismo, a lamentação, a evocação reiterada de quem se foi, a tristeza e a dor podem alcançar a alma de quem partiu e dificultar-lhe a adaptação na nova vida. Ele também sente a sensação da perda, a necessidade de seguir adiante, mas não consegue devido aos pensamentos dos que ficaram, a sua tristeza e a sua dor.
Se ele não consegue vencer esse momento difícil, volta ao lar que deixou e fica ali, misturando as lágrimas, sem forças para seguir adiante, numa simbiose que aumenta a infelicidade de todos.
Pense nisso. Por mais que esteja sofrendo a separação, se alguém que você ama já partiu, libere-o agora. Recolha-se a um lugar tranqüilo, visualize essa pessoa em sua frente, abrace-a, diga-lhe tudo que seu coração sente. Fale do quanto a ama e do bem que lhe deseja. Despeça-se dela com alegria, e quando recorda-la, veja-a feliz e refeita.
A morte não é o fim. A separação é temporária. Deixe-a seguir adiante e permita-se viver em paz.

"A morte é só uma mudança de estado.
Depois dela, passamos a viver em outra dimensão"
Zíbia Gasparetto

Ramon te amoooooooooooooo

segunda-feira, 25 de março de 2013

A Vida e as Estações

A VIDA E AS ESTAÇÕES

Eu queria que a vida fosse dividida em quatro estágios, mas que não acabasse nunca
A infância é como a primavera. É pura novidade e um calor que não sufoca nem faz pensar bobagens. Tem uma inocência quase cafona, uma singeleza clássica, e traz no íntimo a certeza de que pela frente vem coisa boa. A gente quer que passe logo, mas sabe que nunca mais será tão protegido, a mordomia não será eterna. É quando as coisas acontecem pela primeira vez, é quando num arbusto verde vemos surgir alguns vermelhos, é surpresa, a primeira de uma série.
A adolescência é como o verão. Quente, petulante, libidinosa.
Parece que não vai haver tempo para fazer tudo o que se quer e o que se teme. É musical e fotogênica. Dúvidas, dúvidas, dúvidas em frente ao mar. Mergulha-se no profundo e no raso. Pouca roupa, pouca bagagem. Curiosidade. Vontade que dure para sempre, certeza de que passa.
Noção do corpo. Festas e religião. Amor e fé.
A maturidade é como o outono. Um longo e instável outono,
que alterna dias quentes e frios, que nos emociona e nos gripa. Há mais beleza e o ar é mais seco, porém é quando se colhem os melhores abraços. Ficar sozinho passa a não ser tão aterrorizante. Fugimos para a praia, fugimos para a serra, as idéias aprendem a se movimentar, a fazer a mala rápido, a trocar de rota se o desejo se impuser, e não é preciso consultar o pai e a mãe antes de errar. É o outono que tentamos conservar.
O inverno é como a velhice. Tem sua beleza igualmente, exige lã, bolsa de água quente, termômetro e uma janela bem vedada. O que não queremos que entre? Maus presságios. O inverno é frio como despedida de um grande amor, mas sabemos que tudo voltará a ser ameno. Queremos que passe, temos medo que termine. Ficar sozinho volta a ser aterrorizante. O inverno é branco, é cinza, é prata. É grisalho.
E, de repente, também passa.
Eu queria que tudo fosse verdade, que a vida fosse assim dividida em quatro estágios que mais parecem estações do ano, mas que não acabasse, que depois do inverno viesse outra primavera, e outro verão, e outro outono, que nunca são iguais, mas sempre se repetem, sempre voltam, são tão certos quanto o sol e a lua, todo dia, toda noite. Eu queria.
Martha Medeiros


Ramon Te amo!!!!!

terça-feira, 19 de março de 2013

No Último Suspirar


                                Eri Paiva

Um último suspirar!
Laços e amarras desfeitos,
Mãos à mostra, desnudas, vazias
Espírito leve, feliz, satisfeito,
Sem quinquilharias
Nada para atrapalhar!
E então...
Um novo vôo alçar!

Para trás as lembranças,
As pessoas queridas,
Os afetos, as despedidas,
O pouco ou muito que juntou
E aquele amor que deixou
Com uma lágrima a rolar...

Nada a perder! Só a ganhar!
Divinas recompensas
Pelos feitos realizados
Estão a esperar,
Quem na terra muito sofreu,
Mas muito amor também soube dar!

A aceitação da dor
E a vivência do amor,
É a química perfeita
Capaz de transportar
E então  garantir
À uma alma querida, tão especial
Um especial lugar.

Ao aterrissar, sorrindo está Deus
Para acolher e abraçar!
Não ter medo, então,
Na hora do Adeus!
Sorria, ao seu último suspirar!

Eri Paiva
A era do Espirito


                                    25 meses Saudades

domingo, 10 de março de 2013

Lindas Palavras


 ”Desejo primeiro que você ame,
   E que amando, também seja amado.
   E que se não for, seja breve em esquecer.
   E que esquecendo, não guarde mágoa.
   Desejo, pois, que não seja assim,
   Mas se for, saiba ser sem desesperar.

   Desejo também que tenha amigos,
   Que mesmo maus e inconseqüentes,
   Sejam corajosos e fiéis,
   E que pelo menos num deles
   Você possa confiar sem duvidar.
   E porque a vida é assim,
   Desejo ainda que você tenha inimigos.
   Nem muitos, nem poucos,
   Mas na medida exata para que, algumas vezes,
   Você se interpele a respeito
   De suas próprias certezas.
   E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
   Para que você não se sinta demasiado seguro.

   Desejo depois que você seja útil,
   Mas não insubstituível.
   E que nos maus momentos,
   Quando não restar mais nada,
   Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

   Desejo ainda que você seja tolerante,
   Não com os que erram pouco, porque isso é. Fácil,
   Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
   E que fazendo bom uso dessa tolerância,
   Você sirva de exemplo aos outros.

   Desejo que você, sendo jovem,
   Não amadureça depressa demais,
   E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
   E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
   Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
   É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

   Desejo por sinal que você seja triste,
   Não o ano todo, mas apenas um dia.
   Mas que nesse dia descubra
   Que o riso diário é bom,
   O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

   Desejo que você descubra,
   Com o máximo de urgência,
   Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
   Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

   Desejo ainda que você afague um gato,
   Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
   Erguer triunfante o seu canto matinal
   Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

   Desejo também que você plante uma semente,
   Por mais minúscula que seja,
   E acompanhe o seu crescimento,
   Para que você saiba de quantas
   Muitas vidas é feita uma árvore.

   Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
   Porque é preciso ser prático.
   E que pelo menos uma vez por ano
   Coloque um pouco dele
   Na sua frente e diga "Isso é meu”,
   Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

   Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
   Por ele e por você,
   Mas que se morrer, você possa chorar
   Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.


   Desejo por fim que você sendo homem,
   Tenha uma boa mulher,
   E que sendo mulher,
   Tenha um bom homem
   E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
   E quando estiverem exaustos e sorridentes,
   Ainda haja amor para recomeçar.
   E se tudo isso acontecer,
   Não tenho mais nada a te desejar ".
                                          Poema de Victor Hugo
Ramon eu choro sem me culpar... Te Amo ...

terça-feira, 5 de março de 2013

13 Linhas Para Viver

13 Linhas Para Viver

1. Gosto de você não por quem você é, mas por quem sou quando estou contigo.
2. Ninguém merece tuas lágrimas, e quem as merece não te fará chorar.
3. Só porque alguém não te ama como você quer, não significa que este alguém não te ame com todo o seu ser.
4. Um verdadeiro amigo é quem te pega pela mão e te toca o coração.
5. A pior forma de sentir falta de alguém é estar sentado a seu lado e saber que nunca vai poder tê-lo.
6. Nunca deixes de sorrir, nem mesmo quando estiver triste, porque nunca se sabe quem pode se apaixonar por teu sorriso.
7. Pode ser que você seja somente uma pessoa para o mundo, mas para uma pessoa você seja o mundo.
8. Não passe o tempo com alguém que não esteja disposto a passar o tempo contigo.
9. Quem sabe Deus queira que você conheça muita gente errada antes que conheças a pessoa certa, para que quando afinal conheça esta pessoa saibas estar agradecido.
10. Não chores porque já terminou, sorria porque aconteceu.
11. Sempre haverá gente que te machuque, assim que o que você tem que fazer é seguir confiando e só ser mais cuidadoso em quem você confia duas vezes.
12. Converta-se em uma pessoa melhor e tenha certeza de saber quem você é antes de conhecer alguém e esperar que essa pessoa saiba quem você é.
13. Não se esforce tanto, as melhores coisas acontecem quando menos esperamos.
Gabriel García Marquez


                                     Saudade!!!!!