Meu primeiro selo

Meu primeiro selo
mimo do meu amigo Carlos

sábado, 30 de junho de 2012

Certezas

                                     Mario Quintana
Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons
sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente
importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca
cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter
forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia,
e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,
talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder
dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim,
sem ter de me preocupar com terceiros…
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.
Mário Quintana
Ramon só de você ter nascido  a vida já valeu a pena!!!!!

                                                

segunda-feira, 25 de junho de 2012

O Baile da Vida

"O BAILE da VID@"

Os anos passam... As lembranças são eternas, A saudade permanente e nossos olhos em busca de cenas de tempos vividos. Os anos passam... Vivemos lições de vida, aprendemos a vasculhar nas nossas recordações do coração e a acariciar lindos momentos que se foram para não mais voltar Os anos passam...

Crescemos na alma, mas sempre seremos frágeis no amor Os anos passam... muitos virão ou quem sabe... nossa estada nesta vida seja curta nada sabemos do amanhã... nem quando vamos...

Os anos continuam a desfilar na passarela do aprendizado e nós protagonistas da vida, enfrentamos os momentos que nos fazem infelizes e nos deliciamos com os felizes!

Resumimos que a vida é um grande baile em que almas se encontram, se esbarram, se unem e se separam... Cada qual bailando nos conflitos, nas esperanças e nas suavidades de momentos de amor De todos os anos que se foram, concluo que viver...

É ser cada qual, em sua essência adquirida. Com todas as adversidades, com as lágrimas derramadas, ainda assim, a alegria de viver é o maior presente embrulhado em papéis de brilhos de momentos...

Relembrar é viver um pouco mais Viva a sua vida pois ela é curta. Valorize e ame a você mesmo pois ninguém mais que você, te conhece. E não se esqueça... Ninguém lembrará o que fez de bem Mas, ... Todos lembrarão dos seus erros.
 autor desconhecido

Saudades !!!!!!

terça-feira, 19 de junho de 2012

Meu Tesouro Divino


Filho da minha vida, amado e adorado.
Minha jóia rara de valor inestimável.
O filho que toda mãe, com certeza,  gostaria de ter, mas foi a mim a quem Deus confiou o seu tesouro.
Dei-te a vida, te alimentei e em meus braços te embalei, nas noites frias te aconcheguei,passei noites em claro velando o teu sono.
Te vi crescer e se tornar homem, digno e honesto, foste amado e também deu muito amor.
Te vi sorrir, te vi chorar, vi sonhos teus se realizar.
Mas apenas me esqueci  de um pequeno detalhe, e quando me dei conta percebi aquilo que queria apagar da minha memória, TE RECEBI COMO EMPRÉSTIMO, a mim você NÃO PERTENCIA.
E o pior de tudo: ignorei que esse empréstimo seria em curto prazo.
Não soube o ano, o dia nem o horário e DEUS veio te buscar.
Não aceitei e nem compreendia uma partida que chegou cedo demais.
DEUS, com toda sabedoria, não me comunicou, pois ele sabia que tudo faria para que você não partisse para longe de mim.
Nesses poucos 20 anos... A minha única certeza é que desempenhei o papel de mãe que a mim foi designado com muito amor, carinho e dedicação, mas não poderia ser diferente, DEUS não teria deixado seu filho amado se não tivesse certeza que ele estaria muito bem amparado, com uma mãe que poderia proporcionar-lhe um amor incondicional.
Agradeço a você, Ramon, por me ter feito uma mãe feliz.
Se Deus me permitisse teria você novamente como meu filho, o meu tudo a minha vida.
Agradeço a Deus a confiança que teve em mim, de deixar o seu filho querido conviver ao meu lado.

Ramon, choro por ter te visto partir, mais me alegro por contigo ter convivido.
                  Amo-te meu tesouro infinito,
                   Meu presente de DEUS.
                   Na certeza do reencontro
                   Sua mãe,
                   Marise
                                                                     16 meses de  Saudades !!!!!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

A Cor Da Lágrima



                                  Wayne W. Dyer

Por que a lágrima não tem cor?
Enquanto chorava, me pus a pensar.
Se fosse vermelha como sangue,
as minhas vestes poderiam manchar.
    
Se a lágrima fosse amarela,
a cor da alegria, expressar tristeza jamais poderia.
    
Se fosse azul,
a cor da serenidade,
eu não choraria jamais.
Seria só tranqüilidade.
    
Se fosse branca
como pétalas de rosas,
não seriam lágrimas...
Mas pérolas preciosas.
    
Ainda mais uma vez
fiquei me questionando...
Por que a lágrima não tem cor?
Se ela fosse preta,
só expressaria o horror?
    
Por que será que a lágrima não tem cor?
A lágrima não tem cor...
Porque nem sempre exprime dor.
    
E se ela fosse roxa, como poderia
expressar a alegria?
    
As lágrimas não têm cor
porque são expressões da alma.
Quando o espírito está chorando,
o coração diz: tenha calma!
    
Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor do amor.
Ou mesmo a cor da paixão,
que as vezes invade o coração.
    
Ou talvez a cor da tristeza
que abala a alma e tira a calma,
mas faz em meu ser uma limpeza.
    
A lágrima não tem cor,
porque ela nos aproxima do nosso Criador.
Se a lágrima tivesse cor,
eu só iria chorar de alegria.
    
Mas, e a lágrima da saudade?
De que cor ela seria?
E a lágrima da decepção,
de que cor seria então?
   
Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor de um brilhante.
Como a lágrima é preciosa,
Deus deu-lhe a cor do diamante.
      
Wayne W. Dyer
   
     
" Partida, hora amarga
Enche-se alma de saudades
E os olhos de lágrimas..."
Saudades meu anjo...

domingo, 10 de junho de 2012

E Um Dia Você Aprende Que...


Veronica A. Shoffstall
Depois de algum tempo você aprende a sutil diferença
entre segurar uma mão e acorrentar uma alma,

E você aprende que amar não significa apoiar-se
e companhia não quer sempre dizer segurança,

E você começa a aprender que beijos não são contratos
e presentes não são promessas.

E você começa a aceitar suas derrotas
com sua cabeça erguida e seus olhos adiante,
com a graça de adulto,  não a tristeza de uma criança,

E você aprende a construir todas as estradas hoje
porque o terreno de amanhã é demasiado incerto para planos,
e  futuro tem costume de cair em meio do vôo.
E depois de um tempo você aprende
que até mesmo a luz do sol queima se você ficar exposto por muito tempo.
Então você planta seu próprio jardim e enfeita sua própria alma,
ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que você realmente pode resistir...
que você realmente é forte e que você realmente tem valor
E você aprende e aprende...
com cada adeus, você aprende.
Ramon te amo...

terça-feira, 5 de junho de 2012

Uma Reflexão Sobre o Amor e a Vida

                                François de Bitencourt
Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer.
Senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.
Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente,
e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.
Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar,
tanto quanto precisamos respirar...é nossa razão de existir.
Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.
Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração
pela falta de uma única pessoa.
Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver,
até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol,
a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto.
É a força da natureza nos chamando para a vida.
Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança,
te traíram sem qualquer piedade.
Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.
Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor,
apenas transaram...
Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez.
E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá
ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.
Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores
importantes: a relação com a família, às condições econômicas nas quais se desenvolveu.
(dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter), os relacionamentos anteriores
e as razões do rompimento, seus sonhos, ideais e objetivos.
Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém
que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.
Manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que
quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra.
Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa
te deixar, então nada irá lhe restar.
Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento,
manter um grande amor pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco.
Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda
mais intenso, do que teria sido no passado.
Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário.
Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.
A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna.
A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não
esteja apenas de passagem...
François de Bitencourt

Ramon você  é amor é vida... te amo saudades...