Meu primeiro selo

Meu primeiro selo
mimo do meu amigo Carlos

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Na Vida Tudo É Mutável


                                                      Por: Zélia Mendonça Chamusca

A vida é permanente dinâmica,
É vida!...
Tudo passa,
Tudo se recria,
Tudo renasce!...

Se até nós passamos…
Como não passar connosco
A alegria
E a tristeza,
O prazer
E a dor?

Tudo passa
Com efeito,
E, tudo se renova,
Se recria,
Na magia
Da vida
Sentida
E vivida
Que é um renovar
Eterno e permanente,
Vivido pela gente!...

Na vida
E na própria Natureza
Tudo é mutável
E é esta mutabilidade
Que explica a eternidade!...

«»
Poema de Zélia Chamusca
Da obra A NOSSA ANTOLOGIA
XVI Edição
                                                          Saudades!!!!


                 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Ramon Floyd - 2 Anos Sem você

Esta foi a imagem que  todos  tiveram de você no dia 19 a 2 anos atrás, eu a tenho em minha lembrança  diariamente assim como tantas outras,meu anjo hoje acordei com uma saudade imensa,não diferente dos outros dias, mas não sei o que falar, o que escrever a única coisa que  estou em condições de dizer é:

MEU DEUS QUE SAUDADE...
TE AMO PARA SEMPRE.

Mãe

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Tempestade de Emoções


                             Alberto  Leal
Se você deixar ...
Serei capaz de cantar com a força de um vulcão.
Meu canto irá aos locais mais remotos deste mundo,
Alcançando até mesmo seu coração.

Neste momento ...
Você ouvirá a mais bela música,
E nos céus, bailando entre nuvens,
Nossas áureas se encontrarão.

Seus olhos irão brilhar como os meus ...
E relâmpagos serão vistos.
Seu coração baterá como o meu ...
E trovoadas serão ouvidas.
Lágrimas de nossos olhos escorrerão ...
E chuvas serão sentidas.

Nesta tempestade de emoções ...
Você finalmente descobrirá a verdade,
Que o amor há de lhe mostrar.

(Alberto Leal - 1 dezembro 2004)  
                                                     Saudades!!!!!

domingo, 10 de fevereiro de 2013

O Valor De Um Abraço



Aproxime-se mais. Tente sentir o que um abraço é capaz de fazer.

Quando bem apertado, ele ampara tristezas, sustenta lágrimas, combate incertezas, põe a nostalgia de lado. É até capaz de amenizar o medo.

Se for cheio de ternura, ele guarda segredos e jura cumplicidade. Um abraço amigo de verdade divide alegrias e se apraz em comemorações.

Trata-se de pequenas orações de fé, de força e energia. Olhe para o lado: há sempre alguém que quer ser abraçado e não tem coragem de dizer.

Enlace-o. O pior que pode acontecer é ganhar de volta um sorriso de carinho ou, quem sabe, uma palavra sincera.

Você vai descobrir que ninguém esta sozinho, e que a vida pode ser um eterno céu de primavera.


www.rivalcir.com.br
www.rivalcir.com
                                             Saudades!!!!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Eternidade


Procure perceber que o momento presente é a porta para a eternidade.
O passado e o futuro são partes do tempo.
O presente não é parte do tempo – ele está justamente entre o passado e o futuro.
Se vc estiver completamente alerta, somente então estará no presente.
Fora isso vc segue perdendo-o.
Se vc não estiver alerta, quando vc se der conta, o presente já se tornou passado, ele é muito repentino.
Assim, entre o passado e o futuro há uma porta, uma passagem, um intervalo – o agora – que é a porta para a eternidade.
Somente na eternidade a bem-aventurança é possível.
No tempo, no máximo, o prazer e, na pior das hipóteses, o sofrimento – mas ambos são fugazes.
O sofrimento vem e vai... O prazer vem e vai.
Eles são momentâneos, bolhas de água.
A bem-aventurança não é uma dualidade de prazer e sofrimento, dia e noite.
Ela é uma transcendência.
Tente estar mais e mais no presente, não se mova demasiadamente na imaginação e na memória.
Sempre que vc descobrir a si mesmo perambulando na memória, na imaginação, traga vc de volta para o presente, para aquilo que estiver fazendo, para onde vc está... Para quem vc é.
Volte sempre para o presente.
Buda chamou isso de recordação de si mesmo.
Nessa recordação, aos poucos vc entenderá o que é eternidade.

Autor:Prof.Guilherme Jenné

                                              Saudades Filho!!!!!